Scroll Top

Cabelo de Dilma custou 150 milhões de Reais: Será?

Boato: A Braskem, subsidiária da Odebrecht, pagou 150 milhões de reais em serviços de cabeleireiro para Dilma. O que equivale a dizer que o cabelo de Dilma pode ser o mais caro já registrado na história da humanidade.

Mas será que essa notícia é real?

De acordo com os boatos que correm na internet, citando como fonte a colunista Mônica Bergamo da Folha de São Paulo, a delação do marqueteiro João Santana, que já está em fase final de acordo, poderá trazer informações surpreendentes. A cereja do bolo seria o detalhamento das despesas pagas por ele, a mando da Braskem/Odebrecht, para manter a imagem da ex-presidente.

Cabelo de Dilma custou 150 milhões

Dilma e o cabeleireiro Celso Kamura

Dentre as despesas, estariam o pagamento dos serviços do cabeleireiro Celso Kamura.

Ocorre que a coluna de Mônica Bergamo não fala em valores, mas ainda assim diversos sites e blogs andam passando a informação de que os custos como o cabeleireiro chegariam a incrível soma de 150 milhões de reais.

A tabela de preços de Celso Kamura é a seguinte:

  • Corte de cabelo no salão de Celso Kamura custa algo em torno de R$ 400,00
  • Hidratação tem o preço médio de R$ 250,00;
  • Escova tem o preço máximo fixado em R$ 150,00.

Somente nesses itens básicos a soma do tratamento gira em torno de R$ 800,00. O preço é abusivo mas não tão caro em se tratando de um “cabeleireiro de madame” . O que assusta de verdade é o suposto valor de 150 milhões gastos em pouco mais de 5 anos de mandato.

Não é de hoje que se sabe que na delação do marqueteiro João Santana está inclusa a denúncia de pagamentos oriundos de propina dos tratamentos do cabelo de Dilma.

Em junho de 2016, quando surgiram as primeiras informações dos pagamentos feitos a Celso Kamura, Dilma negou que suas despesas estéticas foram pagas por meio de propinas.

 “É uma estratégia para atingir a minha imagem, dizendo que o dinheiro da Petrobras pagou as contas do meu cabelereiro. A vantagem é que eu tenho todos os comprovantes de que paguei as passagens e o serviço dele, que custou R$ 5 mil, com meu dinheiro. Mas o mais interessante não é isso. Ligam o cabelo com Pasadena, que foi em 2006. Mas eu fui conhecer o cabeleireiro apenas quatro anos depois. Como é que pode isso?”, disse a presidente afastada.

Tenho certeza de que vão tentar me incriminar de qualquer jeito. Vai ser muito difícil. Até o casamento de minha filha foi investigado. Mas eu jamais utilizei dinheiro público para pagar qualquer coisa na minha vida. Já procuraram de tudo quanto é jeito“.  Fonte: UOL Notícias

Concluindo: É verdade que a delação do João Santana deve acusar o pagamento dos procedimentos estéticos de Dilma, mas o valor de 150 milhões não aparece em nenhum site de notícias confiável. Nem mesmo nos sites usados como fonte ( e sem links de ligação) e tampouco na coluna de Mônica Bergamo.

Esse valor é extremamente alto, absurdo e surreal. Pela total falta de fontes confiáveis e por ainda não ter sido formalizada a delação, é grande a possibilidade desses valores serem especulativos e falsos.

Somente quando João Santana fizer a delação de fato é que saberemos os valores e como eles foram distribuídos na manutenção estética da imagem de Dilma.

Vamos aguardar, mas não no cabeleireiro, claro,

 

Share Button
Receba nossas atualizações sobre boatos e notícias falsas no seu Whatsapp enviando a palavra "Verdade Absoluta" junto com seu nome para (21) 99844-0853

e siga na Página  Facebook, Grupo no Facebook e Twitter

Comentários Facebook

comments

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.